Operação Saturno 36 : Ano 2017

OPERAÇÃO: SATURNO 36

O Ano Novo Astrológico não se inicia em 1º de janeiro, mas sim, quando o Sol alcança o signo de Áries, o que ocorre em março, dia 20 este ano. Áries é a força para um novo giro na Roda Zodiacal e um impulso na vida de todos nós.

A cada ano, um planeta contribui nessa arrancada e permanece por todo o novo ciclo solar. Enquanto o Sol, nossa estrela, passeia nos doze signos durante o ano, paralelamente determinado planeta age como gestor imediato do ciclo solar em curso. Mas além dele, e a fim de assegurar a boa gestão anual, mais um outro planeta é convocado, porém, com mandato bem superior. São 36 anos de poder conferidos, o que garante continuidade do trabalho que está sendo exercido sobre o psiquismo da humanidade, algo como uma cortina de fundo que limita o palco por onde acontece o espetáculo da vida. É um período relativamente longo de influência sobre o fluxo da vida: pauta nossas ações, nossos karmas, e está presente nas decisões relativas ao signo que tal planeta indica no mapa natal. No sentido de “causa & consequência”, a influência gera benefícios ou dificuldades, saúde ou doença, expansão ou contratação, paz ou guerra, tudo resultado da realidade que nós mesmos construímos, sob o efeito da consciência individual projetada e que obriga à tomada de decisões.

Em 2017, Saturno é o planeta da vez e chega em dose duplo: rege o ciclo anual e inicia um novo ciclo de 36 anos. Saturno exigirá o melhor de nós como indivíduos, e não apenas isso, exigirá que o indivíduo aja de forma impessoal. Egos! Preparem-se para as frustrações, pois são elas que nos lapidam, nos impulsionam na criação de alternativas e deixam claro que são nossas ações e pensamentos que estão a atrair tudo que nos é oferecido. Saturno é dado como um pai malvado, mas isso não é uma verdade. Saturno oferece seriedade naquilo que se faz, mesmo quando se é um palhaço. Apenas egos desgovernados irão vê-lo como mal. Aqueles que agem ao sabor do compromisso, da responsabilidade, da criatividade e do trabalho, que respeitam o tempo como nosso bem mais precioso, que apreciam a profundidade no conhecimento sem buscar atalhos, irão perceber o poder de Saturno em benefício da expansão e da transformação em algo bonito de se ver e que não reverbera, necessariamente, em posses materiais. Paciência é sua palavra-chave. Em um mundo de redes sociais superficiais, de antemão é sabido: desafio forte à frente!

No ambiente sutil da vida humana, emoções e mente, Saturno colabora por influenciar o amadurecimento emocional, a autoconfiança e a própria libertação tão aclamada pelo sistema Yoga, onde “Moksha” é o termo utilizado. Saturno é o planeta a indicar por onde tal êxtase acontece. O Chakra Laríngeo é representado por Saturno que, por sua vez, age através da glândula Tireoide (metabolismo) que utiliza a energia oferecida pelas glândulas Suprarrenais (estresse; atividade). Se a energia que está sendo gerada, a partir dos estímulos que oferecemos atenção, não estiver sendo devidamente metabolizada para a auto-expressão, ela agirá contra nós ao sobrecarregar o organismo.  

Nesse momento da chegada de Saturno, o Senhor do Tempo encontra-se no signo de Sagitário e sinaliza que o autocontrole é fundamental, já que permite que possamos escolher a melhor trilha ao tomar as melhores decisões. Representa efetivamente o centramento, a concentração e a meditação. Certo grau de pureza, de confiança, se fará necessário, não apenas em si, mas como no outro e no mundo, o que, para muitos, é algo difícil de se permitir. Saturno oferece a precaução, não o medo. Estando em Sagitário, eleva a coragem e dá força ao coração, unindo-o a mente. Nisso, orienta a compaixão e a generosidade; não prende, não controla. Saturno em Sagitário permanece até dezembro deste ano. Na sequência, entra em Capricórnio, no qual é o regente natural deste signo, logo, sua atuação ficará ainda mais feroz por três anos. Saturno não está para brincadeiras e, mesmo sendo leve feito pluma, representa, nada mais, nada menos, a nossa missão junto à vida. Todo o mapa astral converge para que tal missão seja reconhecida e cumprida. Quando saímos da rota do destino, sentimos Saturno como pesado, mas, na realidade, ele apenas quer o nosso melhor e, por isso mesmo, representa a libertação pelo cumprimento do karma, dos aprendizados que a consciência encarnada, ao agir pelos sentidos, busca para a sua própria evolução. Vale considerar que os textos esotéricos falam de 800 mil encarnações. Então, pressa para quê? A cada vida, um processo de evolução. Com um passo de cada vez, a gente chega lá!   

Analise seu mapa astral natal e veja em que signo seu Saturno está, quais aspectos faz com outros planetas e em qual casa astrológica se encontra. Coragem e determinação estarão sobre tais interpretações. Liberte-se! Aceite para, na sequência, transformar.   

SATURNO NOS SIGNOS:

– Saturno Áries: absorve a extroversão típica ariana de ser levado pelo impulso; oferece autoanálise que pode ser angustiante; freia a avalanche das paixões; sugere o desenvolvimento da inteligência emocional.

– Saturno Touro: esforço taurino de cabresto curto, traz maior lentidão, passo a passo; efeito de continuidade, tal qual um escritor; constância, calma, regularidade; a fome pelo poder é cautelosa, age nos bastidores; usa da observação; ruminação mental; ideia fixa.

– Saturno Gêmeos: um velho sobre um jovem; comportamento estranho, oscilante; abstrato ou concreto; variante.

– Saturno Câncer: infantilidade, introversão, com possibilidades de transtornos psíquicos; usar a arte como terapia ou mesmo profissão; tristeza, solidão; ardência ou gelo; insensível e despersonalizado ou hipersensível e egocêntrico, o que faz o indivíduo sentir a frieza em si mesmo; aprofunda o sentir.  

– Saturno Leão: aspecto ruim para o poderoso Ego leonino; sacrifícios do Eu pessoal, caso contrário, desagregação e degradação.

– Saturno Virgem: os poderes da inibição são soberanos; repressão do instinto; introversão; recalque; disciplina com austeridade; ordem e método; controle, domínio; compartimentos sobre forte estrutura; severidade que pode conduzir ao ascetismo ou fanatismo.

– Saturno Libra: afirmação dos valores espirituais; beneficiar o Universo; servir ao outro a partir das suas qualidades venusianas. O Planeta Vênus torna-se relevante da astrologia do indivíduo.

– Saturno Escorpião: inibe e domina o instinto agressivo e erótico; oferece disciplina e o autocontrole; o extrema contrário também pode ocorrer: instintos com caráter absoluto ou fanático, dramático, trágico, pelo sentido do mal, do tormento, do que é feio.

– Saturno Sagitário: orienta a personalidade para interação com a vida espiritual, seja através de religiões, grupos secretos, filosofia. A Meditação é um triunfo.

– Saturno Capricórnio: é o sumo da concentração, da redução, da abstração, do despojamento; ambição avarenta ou renúncia do mundo das aparências.

– Saturno Aquário: prevalece às causas impessoais ou salienta o lado espiritual; provações e sacrifícios do Eu.

– Saturno Peixes: símbolo da solidão, da prisão, mas que a alma gostaria de escapar; tendência para a complacência mórbida e para o masoquismo.