Início

ebooks

Nesta vida, em que sou meu sono, Não sou meu dono, Quem sou é quem me ignoro e vive através desta névoa que sou eu, Todas as vidas que eu outrora tive, numa só vida. Mar sou; baixo marulho ao alto rujo, mas minha cor vem do meu alto céu, E só me encontro quando de mim fujo.” (Fernando Pessoa)